Vereador é para fazer leis e fiscalizar o poder público

Quero reafirmar as críticas que tenho feito ao assistencialismo por parte de vereadores que passam o ano todo tapando buracos de ruas, asfaltando vielas e desenvolvendo projetos sociais para comprar votos de eleitores incautos. Tapar buracos de ruas, asfaltar vielas e projetos sociais, tudo isso é feito com o dinheiro que sai dos nossos bolsos na forma de impostos e vão parar na prefeitura. Vereador não tem dinheiro para fazer isso, então, para obter esses “favores” é preciso puxar o saco do prefeito, votar nos projetos dele, sem criticar, sem nem refletir sobre o que está votando porque foi o “chefe” que mandou. Isso vai totalmente contra o principal papel do vereador que é fazer leis e fiscalizar o poder público justamente para garantir esses direitos à população. É o que eu chamo de vereador executivo que ao invés de cumprir com o papel dele vira uma espécie de representante do prefeito e não do povo que vota neles. É uma execrável prática que vem dos tempos em que os coronéis prendiam literalmente os eleitores em grandes currais, no interior do estado, para que eles não fugissem e votassem no dia seguinte nos candidatos do coronel. É lamentável que tal prática, tão combatida pelo partido, tenha chagado ao PT. Mas eu irei combater esse populismo, essa prática de compra de votos por favores que o povo acredita que é o vereador que está fazendo, quando ele está somente manipulando as consciências para se manter no poder.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s