Deputados aprovam farra com dinheiro do pré-sal

Os deputados federais acabaram aprovando o Projeto de Lei que redistribui os royalties pela exploração do petróleo, ontem, sem amarrar o destinos dos recursos para a educação como queria o governo federal. A proposta apoiada pelo governo previa a destinação de 100% dos recursos para a educação nos estados, municípios e governo federal.

Na minha opinião era a forma mais correta do país se desenvolver mais rapidamente ainda. Os investimentos em educação fizeram os chamados tigres asiáticos, como a Coréia e a China, se desenvolverem com uma rapidez espantosa. Todos os países desenvolvidos seguiram este caminho para chegar lá. Garantir que os recursos do pré-sal sejam investidos em educação é garantir crescimento econômico e justiça social para todos os brasileiros hoje e no futuro.

O aumento dos recursos para estados e municípios sem amarrar a destinação deles é garantir a farra de prefeitos e governadores que vão fazer o que bem entenderem com esse dinheiro.

A bancada do PT votou contra a redistribuição dos royalties (a favor de 100% para a educação). O deputado Zé Geraldo votou contra, mas festejou a provação do projeto. Os deputados Beto Faro e Puty votaram contra. Puty argumentou corretamente que foi usado um “falso argumento municipalista” para dar liberdade aos prefeitos usarem como quiserem os recursos. Eu concordo.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s