Suspeita de Merenda Escolar Estragada fornecida aos estudantes da Rede Estadual de ensino em Belém

A vereadora Milene Lauande, através  da CMB, encaminhou requerimento esta semana, solicitando maiores esclarecimentos à Secretaria de Estado de Educação do Pará, sobre o suposto fornecimento de carne estragada para a merenda escolar dos estudantes da rede estadual de ensino.

A denúncia surgiu em nota publicada no jornal Diário do Pará, seção “Repórter Diário” do último domingo (03), a qual relata que houve resistência por parte de nutricionistas da secretaria de educação a receber a encomenda, o que só teria sido viabilizado graças a ordens superiores, já que o suposto fornecedor seria um empresário que também seria conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios, de acordo com a informação do jornal.


Este fato já foi denunciado ao mandato por vários pais, professores e estudantes da rede estadual de ensino da qual a vereadora Milene, também é professora, e onde há milhares de estudantes em nossa cidade. E, se comprovada a denúncia, a SEDUC estará colocando em risco a saúde destes estudantes. Isto sem falar na prática de improbidade administrativa caso o empresário seja mesmo um conselheiro do TCM.

Em resposta, a SEDUC, encaminhou nota ao referido jornal, informando que nem todas as remessas de carne, tidas como “com características organolépticas (cor, odor e sabor)”, após laudo do Laboratório Central da Secretaria de Estado de Saúde – SESPA, e assim, foram distribuídas às escolas da Região Metropolitana de Belém. A SEDUC prossegue dizendo que em apenas cinco escolas foram detectadas a irregularidade e sustada a distribuição do contento.


Dessa forma, o requerimento, solicita maiores esclarecimentos sobre esse episódio, com informações sobre quais foram as escolas em questão, incluindo a apresentação de qual foi a empresa fornecedora deste produto e relatórios de atividades até então desenvolvidas.

O referido requerimento foi comunicado em sua íntegra as seguintes autoridades: Sr. Cláudio Cavalcanti (Secretário Estadual de Educação), Hélio Franco de Macedo Júnior (Secretário Estadual de Saúde Pública), Firmino Matos (Promotoria de Justiça de Direitos Constitucionais e do Patrimônio Público de Belém) e José Carlos Araújo (Presidente do Tribunal de Contas dos Municípios).

Texto: Ascom – Gab. Vereadora Milene Lauande

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s